22 de dezembro de 2011

A vida no navio é boa, mas não é Fanta!!!!

Foto: Tati como tour escort.
Olá queridos visitantes!

Agora estamos entrando no cruzeiro de Natal com rota pelo Nordeste (delícia!), semana passada fizemos um cruzeiro atribulado, este com mais dias passando por Buenos Aires e Punta Del Este, foram dias de loucura a bordo, pois vendemos todos os lugares das excursões, o trabalho nesses dias foi intenso, porém, tivemos muitos acontecimentos inesperados, como: atrasos nos portos, alteração de itinerário, em Punta- não conseguimos atracar e a rota foi alterada para Montevideo, foi complicadíssimo, pois tivemos que cancelar todas as excursões que já estavam programadas, incluir novas opções de Montevideo (tudo no improviso!)...

Por esses acontecimentos, pode-se dizer que a vida a bordo nem sempre é um mar de rosas, mas ela te ensina a lidar com essas situações, a manter a calma, ser tolerante com você mesmo e com os colegas, pois todos estavam tensos e também acho que uma grande lição: você tem que ter objetivos, foco, mas não adianta se programar muito, porque as coisas sempre podem mudar de uma hora pra outra.

Hoje dei uma olhada rápida nos e-mails (sim, porque a vida de um tripulante é assim: rápida!) e vi que alguns visitantes estão encaminhando suas dúvidas para o Lucas, por este motivo, segue e-mail: tatiane.santos81@hotmail.com, como estou embarcada, fica difícil responder a todos, pois o tempo é curto e de verdade, se trabalha muito, mas na medida do possível, tentarei ajudar a todos.

Neste post, resolvi abordar dois temas, logo de cara, pois depois não sei quando terei tempo pra entrar na net e escrever de novo, então, vamos lá!!!!

Para quem quer trabalhar a bordo: antes de qualquer coisa, é muito importante que o futuro tripulante pesquise e se informe muito bem a respeito de tudo (tudo mesmo) principalmente sobre as agências que fazem a contratação e sobre a cia na qual se pretende trabalhar, também é importante, ficar ligado nos sites das agências, pois lá sempre tem as datas das entrevistas, os cursos que devem ser feitos, entre outros.

Uma dúvida que sempre surge e é muito normal, é: para qual vaga me candidatar? Isso é bem normal, pois nós temos inúmeras habilidades e a capacidade de realizar muitas tarefas diferentes, além disso é bom saber qual é o seu perfil, não dá pra colocar uma pessoa tímida trabalhar nas lojas, por exemplo, eu mesma na primeira vez em que conversei com o Lucas, comentei que queria embarcar como Bartender, hoje tenho certeza de que se eu tivesse feito essa escolha, talvez nem tivesse passado na minha entrevista.

Escolha a vaga de acordo com o seu perfil, experiências e habilidades, de nada adianta aceitar a primeira vaga que oferecem para embarcar logo e tentar trocar de cargo depois a bordo, isso raramente (raramente!) funciona, por isso pense bem antes de escolher a vaga, não dá pra uma pessoa que nunca arrumou uma cama na vida, trabalhar como camareira. Essa semana teve um brasileiro que foi contratado como Cabin Stward que foi embora com apenas uma semana de embarque, justamente por este motivo: aceitou a primeira vaga que apareceu só pra entrar.

Em 2009, fiz uma entrevista e me chamaram para trabalhar como Kitchen Utility, porque eu tive uma pequena experiência trabalhando na cozinha de uma estação de esqui, porém, não era o que eu queria, como eu sempre trabalhei com vendas e meu ultimo emprego foi como agente de viagens, decidi que iria tentar entrar como Tour Escort, que é uma posição de staff – em outro momento, explico quais as vantagens de se trabalhar num cargo de staff.

Para quem perguntou, quais são os requisitos pra trabalhar como tour Escort, aí vai: você tem que ser muito inteligente, lindo/a, simpático/a, comunicativo/a, falar pelo menos 5 idiomas, além de claro, ser muito modesto(a) !!!!!!!!!!!!

Brincadeiras a parte, as exigências variam de uma empresa para outra, mas no geral é o básico: inglês avançado a fluente, conhecimento na área e se você tiver mais algum idioma sempre é um up grade. Essa é uma vaga um pouco difícil de conseguir, pois não abre a todo momento, ao contrario dos cargos de crew, como garçom, camareira, bartender, que são funções em que se precisa de mais pessoas, por isso é bom estar muito bem preparado, a minha entrevista foi punk, para cada idioma que falo, tive que fazer uma prova escrita de 100 questões cada e também entrevista presencial, nos mesmos idiomas.

Neste caso, como eu já tinha meu objetivo bem claro, resolvi correr atrás de tudo que pudesse ajudar a me destacar na entrevista e conseguir essa vaga, fiquei um ano estudando inglês 4x por semana, pesquisei sobre a profissão, estudava todos os roteiros turísticos da agência onde eu trabalhava, larguei as baladas... enfim, eu procurei me preparar da melhor forma possível para as entrevistas, não me arrependo em nenhum momento, pois pra mim o trabalho de tour Escort é maravilhoso.

Outro ponto, que li em um dos e-mails, é sobre a idade... Pessoas, esqueçam isso de idade – idade pra fazer isso, idade pra fazer aquilo... não importa se você tem 20, 30 ou 40, as empresas sempre precisam de funcionários e contratam pessoas que queiram trabalhar e que vão agüentar o tranco aqui dentro, eu estou com 30 anos e este é meu primeiro embarque, quando eu estava fazendo o STCW, conheci uma moça de 39, na ocasião ela estava até com um pouco de receio justamente pela idade, mas resolveu tentar, hoje ela trabalha aqui no Grand Holiday como camareira, embarcou junto comigo.

Então, a minha dica é: corra atrás do que você realmente quer e esqueça esse preconceito em torno da idade!

Quero aproveitar pra desejar um Feliz Natal a todos e um 2012 cheio de saúde, alegria, amizade, paz, prosperidade e muito sucesso.

Abraço a todos!
Tati Santos

5 de dezembro de 2011

Welcome On Board!!!!!

Genteeee!!!!!
Embarquei no dia 26/11 no porto do Rio de Janeiro na Cia Ibero Cruceros (passou muito rápido) como Tour Escort, cheguei no Rio por volta das 8hs da manhã, porém, o vôo de alguns tripulantes que iniciariam neste mesmo dia atrasou e o embarque só aconteceu por volta das 12hs.
Fui muitíssimo bem recebida por todos, especialmente pelo meu Manager Manu e minha colega de trabalho, Nadja, que estavam aguardando ansiosos pela chegada dos tripulantes que iriam trabalhar nas excursões... Uma hora e meia depois, já estava uniformizada e linda, no meu setor trabalhando.
O primeiro dia foi um pouco difícil, tudo é muito diferente daquilo que estamos acostumados em terra: o trabalho, acomodação, alimentação comunicação, os termos usados, enfim, tudo... No final do dia, quando estava deitada na minha cama da minha nova casa, tive aquele pensamento estranho, do tipo:
“Meu Deus! O que é que eu to fazendo aqui”?!
Resolvi dormir e deixar esse pensamento de lado, pois afinal aquele era só o meu primeiro dia... Não dá pra jogar a toalha logo de cara! Nos dias seguintes as coisas foram se modificando, fui entendendo melhor o meu trabalho, como as coisas funcionam dentro do navio e novas amizades aos poucos estão surgindo, falando em amizade, posso dizer que estou convivendo com pessoas maravilhosas aqui, dentro do meu setor as colegas são ótimas, o gerente é super receptivo e a nossa equipe está super entrosada... E o relacionamento com os colegas dos outros setores também está sendo super positivo, todos são muito atenciosos.
Nos primeiros dias as minhas maiores dificuldades foram: conseguir dormir, porque a noite o barco navega e balança e faz barulho, então pra dormir é difícil, e conseguir chegar até a minha cabine!!! Andar dentro de um navio não é fácil, este em que estou tem capacidade aproximada para 1800 passageiros, 700 tripulantes, mas agora já consigo reconhecer os lugares onde estou e o pessoal sempre ajuda os “perdidos” a se encontrarem!!!
No dia 29, aconteceu a primeira descida, foi muito emocionante pois também foi a primeira vez em que excursionei um grupo, pequeno somente nove pessoas, mas a responsabilidade é enorme.
Descemos em Ilhabela e fizemos o passeio da Cachoeira dos três Tombos e Praia do Curral, este iniciou as 8:30 e finalizou as 12:30, após liberar o grupo, fui passear pela cidade e encontrei muitos colegas, almocei com o pessoal do navio e as 15:30hs pegamos o tender (bote!) para retornar ao navio, tomar um banhinho e ficar linda para trabalhar novamente, no navio não temos dia de folga e sim horas de folga.
Na quinta dia 30, uma surpresa! Nossa escala estava programada para descermos em Porto Belo, neste dia fui escalada novamente para acompanhar outro grupo desta vez de XX pessoas, junto com as minhas colegas Najda e Mitiko em outra excursão, desta vez para Balneário Camboriú (pessoas que me conhecem, pasmem!!!!) Parque Unipraias e Praia de Laranjeiras.
O nosso passeio foi divino, fizemos um tour em Balneário Camboriú, Laranjeiras e andamos de barco Pirata, a excursão foi um sucesso e os passageiros adoraram.
No momento estamos com dois mini cruzeiros, estamos trabalhando muito, mas está sendo ótimo, os passageiros são ótimos e as excursões estão saindo diariamente, estamos nos revezando, cada dia uma saí e as demais ficam atendendo no balcão.
Já tive até momento “Celebridade” no navio!!! Fizemos duas apresentações no teatro Balzan, uma com a equipe e outra fiz sozinha! Essas apresentações são realizadas para dar as boas vindas aos passageiros e falar sobre os serviços que são oferecidos dentro do navio – Como diria minha amiga Ju, “essa Tati é muito fina”!!!!hehehehe
Ah momento celebridade nas excursões também, muitos passageiros pedem pra tirar fotos com a gente!!!!!
Hoje, quando penso, “Meu Deus o que estou fazendo aqui”?
A resposta é imediata: Estou sendo feliz!
Aguardem os próximos posts!!!
Abraços a todos!
Tati Santos.

28 de maio de 2011

Vamos dar um tempo!

Caros visitantes do Blog SoNavegando,

Depois de 4 anos de atividades, vamos dar um tempo nos posts por aqui.
Fique a vontade para navegar por posts anteriores, tem muitas dicas e informações úteis para você que quer embarcar em navios de cruzeiros como tripulante.
Nesse período não responderei mais questões sobre embarque, como tenho feito nesse tempo todo.

Grande abraço!
Lucas Selbach


Dear visitors!

After 4 years of activity, we're going to give a break.
Feel your self comfortable to check previous posts, we have lots of useful information for you who wants to embark on cruise ships as a crew / staff member.
During this period, I'll not answer questions about embarking, as I've been doing all this time.

Cheers!
Lucas Selbach

2 de abril de 2011

Recrutamento para trabalho em cruzeiros no Brasil e no exterior


Está aberta a temporada de contratação de profissionais para trabalhar em navios que fazem cruzeiros marítimos. A Royal Caribbean vai iniciar o processo de recrutamento e seleção para preencher 80 vagas com início imediato.
Há oportunidades para garçons, assistentes de garçom, atendentes de restaurante, camareiros, supervisores de governança, alfaiates e recepcionistas, entre outras funções. No caso da última, é preciso falar, no mínimo, três idiomas para se candidatar.
Os outros requisitos, válidos para todas as oportunidades, são: ter mais de 21 anos, inglês avançado ou fluente (o nível varia de acordo com a vaga e a necessidade de atendimento direto dos passageiros), experiência anterior na posição desejada, ensino médio completo ou nível superior.
Os aprovados vão trabalhar embarcados nos navios das companhias Royal Caribbean, Celebrity Cruises e Azamara Club Cruises, no Brasil e no exterior.
Os interessados devem enviar seus currículos em inglês, em Word ou PDF, para o e-mail recrutamento@rccl.com.br. As entrevistas serão realizadas no escritório da companhia, que fica em São Paulo.
Confira no Extra Explica: como se comportar na entrevista de emprego. Link indisponível

Fonte: Globo EXTRA.


Confira esse outro link 

[Mais informações no site da companhia Royal Caribbean.]


28 de março de 2011

Empresas buscam 50 professores para trabalho em cruzeiros

Candidatos devem ter nível superior completo em educação física e inglês fluente

A Fitness Brasil e o Grupo Costa irão contratar 50 professores de educação física para trabalho em cruzeiros marítimos.
Para participar do processo seletivo, é necessário ter formação completa em educação física, ter experiência como professor em academias ou clubes, e inglês fluente.
Os profissionais serão ser selecionados durante a 21º Fitness Brasil Internacional, que será realizada de 21 a 24 de abril, em Santos (SP).

Os salários vão até 1,2 mil euros mensais com contratos de até oito meses.

As inscrições podem ser feitas no site da Fitness Brasil até o dia do evento.


24 de março de 2011

Turismo de navegação se expande a 35% por ano no Brasil

Diamond Princess em
Cabo San Lucas, México, 2007
O turismo de navegação aumentou, em média, no Brasil, 35% por ano, nos últimos oito anos. Somente em 2010, o crescimento foi de 50%, disse à Agência Brasil o presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens regional Rio de Janeiro (Abav-RJ), Luiz Strauss de Campos.

A alta temporada de cruzeiros marítimos 2010/2011 começou em outubro do ano passado e se estenderá até abril próximo. Segundo a Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar), somente neste Carnaval 12 transatlânticos passaram pelo litoral fluminense, somando mais de 28 mil passageiros.

Strauss de Campos estimou que somando a temporada de cruzeiros com os estrangeiros que vieram para a cidade no Carnaval, passarão pelo Rio de Janeiro em torno de 1 milhão de turistas. "Isso é muito bom. Faz circular a economia da cidade".

GASTOS
Segundo o presidente da Abav-RJ, os gastos médios por turista na cidade podem atingir até US$ 250 por dia. "Os passageiros estrangeiros de cruzeiros injetam até mais, porque eles têm um espaço curto de tempo. Então, eles chegam e já vão fazer excursões, vão ao Sambódromo. Essa passagem rápida aqui faz com que eles consumam mais em um curto espaço de tempo".

Embora os turistas de navegação não gastem com hotelaria, uma vez que estão hospedados nos próprios navios, eles gastam nos pontos turísticos e em serviços, como gastronomia e táxi. Campos afirmou ainda que a hotelaria carioca está com a sua capacidade esgotada. Houve um forte crescimento de turistas estrangeiros na cidade neste Carnaval. No ano passado, o fluxo era 80% de turistas domésticos e 20% de estrangeiros. Em 2011, chegou a 30% de estrangeiros e 70% de turistas domésticos.

Para Campos, o ambiente de segurança e a melhor organização dos blocos pela prefeitura contribuiu para esse quadro. "A cidade está mais limpa. A segurança está funcionando. Passou a ter uma atmosfera mais segura na cidade. O turista se sente bem".

Levantamento da Abav-RJ também sinaliza um aumento de 15% na venda de pacotes para o Carnaval na cidade do Rio de Janeiro, em relação ao mesmo período de 2010.

Fonte: A Tribuna News


17 de março de 2011

Infinity Brazil recruta 1,2 mil para cruzeiro

A agência Infinity Brazil, especializada em recrutamento de pessoal para cruzeiros marítimos, abriu 1,2 mil vagas para atuação nos navios da Disney Cruise Line, voltada para o entretenimento de famílias.

Há vagas para auxiliar de limpeza, camareiro, garçom, cozinheiro, com salário de até R$ 3,5 mil. O recrutador da empresa, que virá ao Brasil em abril, busca candidatos com inglês entre os níveis intermediário e avançado, além de experiência profissional e facilidade em se comunicar.

Além destas vagas, a Infinity está recrutando tripulantes para mais 14 companhias. Os interessados devem cadastrar-se no site www.infinitybrazil.com.br.


10 de março de 2011

Kit do Crewmember

Oi pessoal,

Aqui vão dicas de um super kit para viagem:

Sapato confortável
SUUUPER IMPORTANTE - capriche no sapato (pelo menos um) que seja bem confortável. Cargos como Garçom, FrontDesk, Bartender, SPA, passam muitas horas de pé e caminhando. MAS ANTES DE COMPRAR se certifique que está investindo no sapato certo (confirme com a agência se é preto ou branco, quais padrões permitem e coisa e tal). Até porque couro nos USA e na Europa é pra lá de caro.


Meias brancas ou pretas
De acordo com sua função (veja os sapatos) - alguns navios permitem a entrada de vendedores nos portos, então, se não levou, você compra no refeitório ou nas lojinhas ao redor do porto.


HD externo - quem curte tecnologia - para levar suas coisas, fotos, programas, músicas, etc.Porque você vai comprar um notebook - ou netbook - ou um tablet se for aos USA porque é muito mais barato.
Grande barbada na Dell - aproveitem.


Livros do Eckhart Tolle
O Despertar de uma nova consciência
Para ler na cabine quando você estiver pensando em voltar, desistir, ou simplesmente quando estiver enchendo a cabeça de minhoca.
Preço legal na Saraiva - aproveite.

O Poder do Agora
Outro livro para colocar seu foco no que acontece AGORA. Quando você estiver ansioso pelo futuro ou remoendo o passado e isso estiver sugando sua energia.

De novo a Saraiva com preço bom - é clicar e comprar.

Mala mole
Uma mala forte (para aguentar os aeroportos) e não muito cara, com tiracolo e alças resistentes. Compre na sua cidade, lembre de não exagerar na carga porque vai passar a maior parte do tempo usando uniformes. NÃO LEVE MALAS RÍGIDAS - elas vão consumir um espaço valioso na cabine.

Mochila simples
Uma mochila pequena e simples para você usar no vai e vem dos portos, quando quiser passear e levar suas coisas. Evite mochilas caras ou sofisticadas, isso atrai atenção de ladrões (que são raros mas existem).


Cremes e Loções preferidas
Meninas, principalmente, gostam de ter seus 894 cremes, loções, lápis, etc, etc, etc. Adooooooram a Natura, ou os do Boticário. Nesse caso, compre aqui um estoque e leve junto com você. Aos poucos conheça os portos de destino e escolha as lojas com suas marcas internacionais (e vai que encontra alguém vendendo a bordo!).

O que NÃO LEVAR
Não precisa, não gaste seu dinheiro aqui com isso

- Relógios - desde as promoções por US$ 10, até as melhores marcas que você imaginar com descontos para tripulantes.

- Espuma de barbear, lâminas, etc. - Leve para a 1a  e 2a semana, depois você compra nas lojas para tripulantes ou no supermercado, por preços similares aos nossos.

- Notebook - honestamente, guente o tranco e compre o notebook (ou netbook) com seu primeiro salário. A não ser que você vá fazer um roteiro no fim do mundo e não tenha freeshop lá. E lembre de pegar o HD Externo (acima) pra levar todas suas coisas digitais pro seu novo note.

Veja posts mais antigos (como esse aqui) e outros com mais dicas. Isso vai ajudá-lo.
Boa sorte!

Lucas Selbach

Foto da cabine do Diamond Princess



24 de janeiro de 2011

Até R$ 5 mil de salário para quem não teme o mar

A bordo do Emerald Princess
Temporada de trabalho faz tripulantes ficarem até oito meses a bordo, com rápidos desembarques. Brasileiros se destacam
Rio - Da navegação, passando por serviços gerais, áreas de hospedagem, restaurantes e bares, entretenimento até uma espécie de embaixador poliglota — são muitas as oportunidades de trabalho a bordo de um transatlântico com o porte do Vision of the Seas. A exigência é, no mínimo, 21 anos de idade, com desejável inglês intermediário, além de disposição para confinamento por sete a oito meses. Ganhos mensais partem de R$ 800 e chegam a R$ 5 mil. A vantagem é que, como o tripulante não tem qualquer despesa no navio, é possível destinar a remuneração praticamente toda à poupança.

Segundo Ricardo Amaral, diretor de Cruzeiros da Royal Caribbean e presidente da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Abremar), os profissionais brasileiros têm se fixado a bordo, devido ao perfil de fácil adaptação ao trabalho. “Os navios que operam no País devem ter pelo menos 25% dos trabalhadores contratados aqui”, lembra Amaral. Regras são do Conselho Nacional de Imigração. Para esta temporada, aproximadamente 4 mil brasileiros foram selecionados — atualmente, a 5ª tripulação mundial em navios.

Agilidade, por exemplo, para distribuir trabalho simultaneamente a pessoas de diferentes nacionalidades, é fundamental. Assim como a capacidade de solucionar problemas com rapidez e desenvoltura, como desemperrar a porta da varanda panorâmica sorrindo para o mal humorado ocupante da cabine.

Trabalha-se em turnos, com direito a folgas e até ao desembarque. Mas trabalha-se muito e pesado, por isso o segmento atrai especialmente jovens, como Danilo Silva Gomes, 23 anos, que tem Ensino Médio e se candidatou a uma vaga de camareiro também pela oportunidade de conhecer outros lugares. “Ganhar experiência é o melhor benefício pra mim”, contou.

Pela Royal Caribbean, as entrevistas para oportunidades acontecem em São Paulo e no Rio, até pouco tempo antes do início das temporadas. Bartender, auxiliar de serviços gerais, camareiro, assistente de cozinheiro, garçom, atendente de restaurante, recreador, recepcionista de hotel, caixa e dealer de cassino são alguns cargos. Homens e mulheres podem disputar. Aprovados trabalham nos navios das companhias Royal Caribbean, Celebrity Cruises e Azamara Club Cruises, no Brasil e exterior.

Famílias, casais e amigos: O que mais seduz é o preço 

Apesar de as viagens por mar atraírem cada vez a atenção da classe C, passageiros dos segmentos A e B ainda são os principais clientes das companhias de cruzeiros marítimos. Eles têm, em geral, mais de 25 anos de idade e gostam de viajar em dupla ou família. Débora Pries, 36 anos, gerente administrativo, embarcou no Vision of the Seas com o namorado Alexandre Moura de Souza, 39, procurador do estado. “Nos conhecemos há cinco anos, também em cruzeiro, à Patagônia, e ficamos fãs. É nossa terceira vez. Ele vai desembarcar no meio da viagem e minha família vai subir”, contou Débora.

“Não tem preocupação com mala, segurança e o atendimento é ótimo. A relação custo-benefício é ótima”, disse Alexandre. Os dois pagaram R$ 1.600, cada um, por sete noites.

Apesar de preferir cruzeiros temáticos, solteiros também procuram a modalidade, ao valorizar comodidade e segurança a bordo. “Gosto da ideia de tudo no mesmo lugar. Acho seguro e econômico”, avaliou Kátia Teles Leite, 32 anos, que convidou a amiga Bárbara Mello Silva, 31, ambas analistas de sistemas. “Nunca fiz isso antes, mas estou gostando. Já estamos planejando o Carnaval”, revelou Bárbara.

Pagamentos: Tudo é lançado no mesmo cartão

Bolsas e carteiras podem ser deixadas na cabine. Ao embarcar, o turista recebe um cartão de bordo, que deverá ser apresentado por diversas ocasiões ao longo da viagem, como ao acessar os restaurantes. O cruzeirista também usará esse passe para fazer suas compras e debitar serviços, que serão automaticamente lançados no cartão de crédito registrado no embarque ou pagos com dinheiro em espécie ao fim do cruzeiro marítimo.

Em média, a diária de um cruzeiro é inferior a US$ 150 por pessoa. Todos os navios, praticamente, oferecem promoções. No caso de compra antecipada, o terceiro (ou até quarto) passageiro viaja de graça na mesma cabine, o que é mais usual no início e fim de temporada. O pacote inclui hospedagem, refeições e lanches.

Banheiro, ar-condicionado, TV, secador de cabelos e telefone — as cabines de navios vêm bem equipadas, como ocorre nos hotéis. As internas não têm vista para o mar e são mais baratas. Mas, em conforto e decoração, garantem as empresas, são iguais às externas, que podem ter varanda. Os navios também têm suítes, que presenteiam o passageiros com regalos como creme hidratante, sabonete e outros itens de uso pessoal.

“Para a Copa e as Olimpíadas, só dependemos dos portos”

O segmento de cruzeiros marítimos no Brasil partiu de 850 passageiros em dois navios, há 11 anos, para quase 900 mil em 20 transatlânticos, este ano. Os números mostram o potencial do setor e que é vantagem os governos investirem em logística portuária. “Se vamos ter um grande número de cruzeiros na Copa e nas Olimpíadas, isso só depende dos investimentos nos portos”, observa Ricardo Amaral, presidente da Abremar.

O embarque e desembarque nos portos de Santos e do Rio, por exemplo, ainda deixam muito a desejar. Dar fim às longas filas de check in, com mais de uma hora de espera, e melhorar o transporte coletivo terrestre do cais até a saída dos terminais portuários são alguns ajustes necessários, para o conforto de quem viaja e a boa operação por parte das companhias.
Fonte: O Dia



18 de janeiro de 2011

Off-Topic MUITO importante

Atenção todos Brasileiros!

Mais uma vez estão se organizando pra fazer uma grande bobagem em nossa Amazônia.
Querem DESTRUIR uma grande extensão da mata para fazer uma usina.
Querem REALOCAR 20 MIL FAMÍLIAS para fazer essa usina.
"Empresas que estudaram profundamente o projeto recuaram da decisão de participar. " diz Miriam Leitao, no seu brilhante texto.


Clique e assine a petição para impedir o absurdo de BELO MONTE (que de Belo não vai sobrar muita coisa).

O que VOCÊ tem a ver com isso? Olhe para os estragos das enchentes no Rio e São Paulo e vai descobrir. Lembre do que aconteceu em Santa Catarina em 2008. Tudo isso é reflexo do DESCASO com a natureza.

E não sou só eu ou meia dúzia de pessoas.O próprio PRESIDENTE DO IBAMA pediu exoneração do cargo em virtude do absurdo que era a obra de Belo Monte, por pressão da Eletronorte para aprovar esse desastre ecológico.

Se aprovar? Quem vai pagar a conta somos você, eu e todos os cidadãos brasileiros. De novo.

Faça sua parte. Assine a petição.

Abraço
Lucas

====================

This post is about a tragedy that is about to happen in Brazil.
It's about gattering signatures to stop another stupidity to happen in Amazon rain forest.