13 de dezembro de 2010

Cruzeiros têm mais de 1 mil vagas abertas e já miram verão europeu


Além do Brasil, empresas selecionam para temporada internacional. Em média, é necessário ter a partir de 21 anos e inglês avançado.
Clique e veja o VÍDEO no G1

Enquanto a época de cruzeiros chega a seu auge com o fim de ano e as férias, as contratações já miram a temporada seguinte. Mas ainda há vagas disponíveis para este verão. A Infinity Brazil, com sede em SP, por exemplo, informa que tem 400 postos abertos, além de já buscar candidatos para vagas futuras. A Sea Man Work, sediada no RJ, está selecionando para cruzeiros nacionais da MSC, mas também visa a próxima temporada internacional com a Disney e a Norwegian Cruise Line.

As vagas em aberto pela Sea Man somam 450. Para a MSC, a empresa contratará 200 profissionais até março. Para os cruzeiros Disney, 100, até junho. A NCL, que chega ao Brasil em 2011, tem 150 vagas abertas até março e deve ofertar mais 500 em maio, informa a recrutadora.

A Staff Work, de SP, começará a selecionar em janeiro também para empresas estrangeiras, visando a temporada europeia de cruzeiros. Serão 300 vagas na americana Princess Cruises e mais 300 na britânica Cunard Cruises. As inscrições devem ser feitas até o dia 31 de dezembro.

Veja mais detalhes das oportunidades abaixo.

Em geral, as empresas pedem que os candidatos tenham a partir de 21 anos, inglês avançado ou intermediário e experiência na área de interesse. Os salários variam de US$ 600 (R$ 1.008,00) a US$ 2.800 (R$ 4.704,00), sem incluir gorjetas ou comissões.

Além dos cargos comuns, como garçom, barman e camareiro, há vagas para fotógrafo, cabeleireiro, massagista "com noções de manicure", entre outras.

VEJA VAGAS COM INSCRIÇÕES ABERTAS EM CRUZEIROS
EmpresaVagasSalárioCargosRequisitosComo se candidatar
Infinity Brazil400R$ 700 a R$ 2.200assistente de garçom, assistente de cozinha, barman, barboy,
cabeleireiro, cozinheiro, fotógrafo, garçom,
massagista com noções de manicure, recepcionista e vendedor
a partir de 18 ou 21 anos (depende do cargo), inglês de intermediário a fluente (também conforme o cargo), experiência na áreaInfinity
Sea Man Work450US$ 650 a US$ 2.800assistente de bartender, assistente de camareiro, assistente de cozinha, assistente de garçom, auxiliar de buffet, camareiro, cozinheiro, garçom, recepcionista, recreador, salva-vidas, serviços gerais, vendedora partir de 21 anos,
1º grau completo,
inglês básico (serviços gerais, ajudante de cozinha e cozinheiro) a avançado; experiência na área
Seaman work
Staff Work600US$ 600 a US$ 2.000auxiliar de buffet, camareiro, cozinheiro, fotógrafo, garçom, garçom de bar, recepcionistade 21 anos a 35 anos, inglês avançado ou fluente e experiência na áreaStaff Work

Vantagens e dificuldades

Cruzeiros costumam atrair candidatos pela chance de conhecer novos lugares e viajar sem ter que pagar para dormir e comer. Mas as empresas alertam que os interessados devem ficar atentos aos complicadores do trabalho, como dividir a cabine com mais de uma pessoa (que pode ser de outra nacionalidade), dificuldade de entender diferentes sotaques, ficar longe da família e de amigos por meses e enfrentar uma jornada de trabalho de até 13 horas diárias, sete dias por semana, dependendo da companhia.

Nos horários de folga, porém, os funcionários podem aproveitar para conhecer a cidade onde o navio está e curtir o passeio. Há também a possibilidade de treinar o inglês ou até mesmo outros idiomas, além da experiência profissional na área de interesse.

Curso e passaporte

As seleções nacionais costumam pedir que o candidato faça o curso de segurança marítima exigido pela Marinha do Brasil (STCW, sigla em inglês para Standards of Training, Certification and Watchkeeping for Seafarers), que custa cerca de R$ 700 e tem duração de aproximadamente uma semana. Segundo as recrutadoras, os candidatos podem fazer o curso depois que já foram admitidos para a vaga. Os treinamentos são dados por outras empresas: é importante verificar se o curso escolhido é reconhecido pela Marinha.

No caso de cruzeiros internacionais, em geral as empresas realizam o curso de segurança independente, a bordo.

Os interessados também devem estar com o passaporte em dia e devem ficar atentos à necessidade de visto. A seleção para cruzeiros Disney, por exemplo, exige visto para os Estados Unidos.



[Comentário do Blog: As agências sempre contrataram para o mundo inteiro, mas só agora que estão se dando conta que, se o tripulante tiver condições, ele vai poder se candidatar para navios que fazem outras rotas pelo mundo.]

Fonte: G1.



This post is about positions for crewmembers mainly in Brazil, but also throughout the world, specially Europe, one of the desired destinations of many brazilian crewmembers.

Lucas


Nenhum comentário:

Postar um comentário