2 de maio de 2009

Tripulante em dúvida


[This is an e-mail from a guy who wishes to work onboard. If you're curious or have any doubt about, just ask me via e-mail]

Este e-mail com resposta veio de um rapaz que deseja embarcar e tem algumas dúvidas. Ele autorizou a publicar perguntas e respostas aqui.

Abraço a todos

Lucas Selbach

-------------------------------------

São Luis, 14 de Abril de 2009.


Olá,

Antes de mais nada, deixo claro que comecei hoje a ler um pouco em seu blog. E Venho através deste e-mail buscar outros esclarecimentos. É de conhecimento de grande parte, que muitos querem ter um emprego em um cruzeiro, pois acreditam que lá terão muito mais diversão do que trabalho.

Sabemos que não é bem assim, pois o trabalho num navio precisa ser bem feito (assim como todos os outros devem ser) e é um trabalho, por vezes, um pouco mais pesado, chegando a ser de 10 – 12 horas por dia. Além do mais, é essencial que se faça com e por vontade. O empregado precisa ser forte e ter disposição para passar o tempo de contrato no mar.

Você está certo. É pra quem tem realmente vontade e também perfil pro trabalho. Alguns trabalhos podem ser mais leves - como dançarinos, por exemplo - mas com certeza estar longe da familia e dos amigos, num ambiente de muita competição faz parte do processo para todos.

Pois bem, antes de dizerem: “Parabéns, você está contratado, ‘crew on board!’” há uma caminhada. É a respeito desta caminhada que quero obter informações. Quero saber:

- De quais cursos eu preciso (por exemplo, o STCW 78-95, exigido por algumas companhias?

O STCW é necessário em algumas companhias, principalmente quem faz a costa brasileira. Se for facil pra você, faça, pois você poderá usar até em Iates. Eu não fiz o curso, mas pretendia fazer antes de começar o trabalho nos iates.

- Além do inglês, o Espanhol conta muito? Falo apenas Inglês, por enquanto, e se for preciso aprendo outro idioma. E o Inglês tem que ser direcionado à que?

Fica tranquilo. Se você trabalhar como garçom, vai ser na cozinha que vai aprender muitos termos específicos da área. Se for atender passageiros, são outros termos. O mais importante é estar aberto ao aprendizado.

As outras línguas são úteis para encantar os clientes, para se relacionar bem com chefes e colegas. Mas isso precisa também ser usado com cuidado. Eu, por exemplo, fui avaliado por alguns supervisores com um inglês fraco pois eu me comunicava com eles em espanhol para facilitar a comunicação. Por outro lado, passageiros americanos e ingleses elogiaram meu inglês.

Se vc estiver aberto ao aprendizado, verá que pode aprender palavras em japonês, alemão, romeno, espanhol, seja lá o que for, para mostrar simpatia e interagir melhor com passageiros e colegas. Garanto que funciona.

- Pretendo agarrar uma vaga. Se você tiver uma sugestão para um iniciante ou uma dica estou aceitando.

Tenho muitas dicas, elas estão ao longo do blog. Por isso é legal ler posts anteriores pois tem várias dicas úteis.

A pergunta sobre esse assunto é: Quanto tempo de experiência é requerido?

Normalmente 1 ano.

Os hotéis 5 estrelas são um bom local para apresentar como experiência?

Ótimos. Mas lembre-se: se você disser que foi garçom do Copacabana Palace, eles vão lhe perguntar coisas bem complicadas [a respeito do menu e do serviço]. O melhor é mostrar o que realmente sabe. Eles buscam mais simpatia e comprometimento do que experiência.

Pois pretendo adquirir experiência em um, e qual vaga você acha que eu devo conseguir nesse hotel, que vá me ajudar em um trabalho futuro no mar?

Depende do que você mais gosta.
Se curte atender pessoas no guichê, vai trabalhar no Passenger Services Desk (PSD).
Se curte servir comida, vai como garçom (waiter, Jr Waiter, Buffet Steward)
Se curte drinks, coquetéis, vai como Bartender, Bar Steward.
Se curte arrumar os lugares, deixar em dia, vai como Acommodation Attendant.

- Demais informações que você possa estar me dando aceito sem qualquer problema.

Por favor, leia o blog - e divulgue.

Ainda não tentarei uma vaga nesta temporada, pois não tenho experiência (só mesmo a da vida). Apenas tenho o ensino médio, o nível Avançado 1 do meu cursinho de inglês (cursando, deve ter mais 1 ano e meio). E assumi compromissos, mas até o final do ano pretendo estar quite com a instituição, faço técnico em eletroeletrônica lá. Também passei no vestibular para Língua portuguesa e inglesa e respectivas literaturas - licenciatura.

OK. Veja filmes em inglês com legendas em inglês.
Assista a CNN na TV a cabo.
Pegue as letras das músicas - uma por vez e fique cantando até treinar o speech e o listening.

Em outras palavras, pretendo agarrar meu cargo na temporada 2011-2012, quando terei o cursinho de Inglês completo e seguro para sair daqui do Maranhão, para conquistar minha vaga. Certo de que vou, para voltar e dizer: “Mãe, revejo-a dentro de uns 6 meses”. E dar um abraço bem forte nela antes de partir.

Esse é outro treinamento. Você vai ficar distante das pessoas que gosta e vai conhecer outras pessoas legais - de todos os cantos do mundo. Se você é muito apegado a alguém, faça experiência de passar um fim de semana longe, depois fique mais dias, vá testando e vendo como reage. Eu fiquei 6 meses longe do meu filhote que eu amo e foi pancada. Mas sobrevivi pra contar a história - e ele também.

2 comentários:

  1. Olá, amigo!
    Obrigado mais uma vez por essas dicas!
    Estou com previsão de embarque para agosto/setembro, pela MSC, como Bellboy...mensageiro.

    Você teria algum conhecido, alguém que pudesse me indicar que pudesse me dar dicas sobre essa área!?!?!

    Desde já, muito obrigado!
    Abraço,
    eLi

    ResponderExcluir
  2. oi , eu tambem estou com previsãop de embarque para agosto/setembro na MSC sou de Fortaleza, me add no msn cearajhonnantan@hotmail.com quem sabe nos vemos por lá!

    ResponderExcluir